Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jardim de Mil Histórias

Jardim de Mil Histórias

30
Mai17

Divulgação | "Aqueles que Merecem Morrer", de Peter Swanson | Editorial Presença

Isa Pereira

Sobre o livro:
Ted Severson e Lilly Kintner conhecem-se num aeroporto de Londres. 
Conversam e bebem demasiados martinis enquanto aguardam pelo embarque num voo para Boston. 


Embalados pela bebida, os dois iniciam um estranho e arriscado jogo em que revelam pormenores da sua vida privada. 
Ted conta que a mulher, Miranda, o trai, chegando a dizer que tem vontade de a matar. 
Para sua surpresa, a enigmática Lilly mostra -se disposta a ajudá-lo. 



Se todos nós morremos, que diferença fará punir pelas próprias mãos quem merece ser punido? 
Mas Lilly não revela a Ted o seu passado tortuoso e sinistro. 
Assim começa uma perigosa e fatal corrida contra o tempo.
CRÍTICAS DE IMPRENSA
«Partilha os mesmos pontos fortes que Em Parte Incerta mas é ainda melhor.»
Entertainment Weekly


«A vingança nunca se serviu tão fria como neste thriller excecional de Peter Swanson. Poucos estarão preparados para um clímax tão esmagador.»
Publishers Weekly



«Um enredo diabolicamente imprevisível, com momentos de cortar a respiração. O final é fabuloso.»
Bookseller


Sobre o autor:
Peter Swanson é autor de três romances: The Girl with a Clock for a Heart, finalista do LA Times Book Award; Aqueles que Merecem Morrer, vencedor do New England Society Book Award e finalista do CWA Ian Fleming Steel Dagger; e Her Every Fear, o mais recente. 

Os seus livros estão traduzidos em 30 línguas. 

Os seus contos e poemas têm sido referidos em Asimov's Science FictionThe Atlantic MonthlyMeasureThe GuardianThe Strand Magazine e Yankee Magazine

Peter Swanson frequentou o Trinity College, a Universidade de Massachusetts, em Anherst, e o Emerson College. 
Vive em Massachusetts com a sua mulher e um gato.

Para mais informações sobre este livro clique aqui


29
Mai17

TAG | Feira do Livro

Isa Pereira

Hoje trago-vos as minhas respostas a uma TAG. Algo que não partilhava há bastante tempo. A minha querida amiga Tita, do Prazer das Coisas convidou-me para responder a esta TAG - Feira do Livro, criada pela Cláudia do blogue, A Mulher Que Ama Livros. Aqui ficam as minhas respostas.

Espero que gostem e boas leituras.


1 | LISBOA - Indica um livro que se passe em Lisboa

Curiosamente não li muitos livros que se passem em Lisboa, mas vou referir um que li recentemente enviado pelo próprio autor. A Célula Adormecida, do Nuno Nepumoceno.




2 | SOL - Indica um livro para ler no Verão

A Vida no Campo, de Joel Neto que gostei muito. Pode ser lido em qualquer altura do ano. Mas acho que é um bom livro de Verão. É leve e passa-se nos Açores. Para mim foi uma boa leitura de Verão.







3 | FARTURAS - Indica um livro doce


Habitualmente não leio livros "doces", mas acho que o livro A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata, de Mary Ann Shaffer e Annie Barrows enquadra-se muito bem nesta categoria. Um livro epistolar doce e muito bonito. Recomendo.






4 | EVENTOS - Qual o autor que devia ir à Feira do Livro?



Podia indicar muitos autores dos quais gostaria de conhecer, mas vou indicar a Jodi Picoult e o Joel Neto. 





5 | EDITORA - Elege as tuas três editoras preferidas



Não posso dizer que tenho editoras preferidas, pois leio livros de diversas editoras. No entanto, por norma, gosto dos livros da Bertrand Editora, da Editorial Presença, da Quetzal  e da Alfaguara



6 | HORA H - Indica um livro muito bom com mais de 18 meses

Opções não faltariam para recomendar, contudo vou optar por um livro que ainda não falei no blogue. Já o li há muitos anos, mas foi um livro que adorei e que me marcou muito. Falo de Memórias de uma Gueixa, de Arthur Golden, da Editorial Presença.





7 | AUTORES- Já pediste autógrafos? Mostra!

Não tenho muitos autógrafos de autores, pois a paciência é pouca para aguardar nas filas. Contudo, tenho alguns autógrafos dos livros que os autores me enviaram para dar opinião no blogue. Como aconteceu no caso no livro A Célula Adormecida, do Nuno Nepomuceno e Livrolândia - A Terra dos Livros, de Rui Carreto.



8 | LIVROS - Mostra dois livros que compraste nos meses anteriores e ainda não leste


No ano passado as compras na Feira do Livro foram desastrosas. Ainda bem que só tenho que mostrar apenas dois livros :)






9 | LISTA DE DESEJOS - Revela dois livros que pretendes comprar este ano

Mais uma vez nesta categoria poderiam estar muitos exemplares, tendo em conta que a wishlist de uma livrólica assumida como sou nunca irá diminuir. Ainda durante este ano espero que estes livros estejam na minha estante.





25
Mai17

Desafio Literário | "Um ano com a Jodi"

Isa Pereira


Em parceria com a Elisa do blogue "A Miúda Geek" e a Dora do canal "Books & Movies" vamos iniciar um novo projecto literário "Um ano com a Jodi". Tendo em comum o gosto pelas histórias da autora Jodi Picoult considerámos que este era um desafio que tínhamos que realizar.

Este projecto consiste em lermos todos os meses um livro da Jodi Picoult e partilhar essa mesma leitura no chat do Facebook criado para este propósito. Dia 1 de Junho iniciamos com a leitura do livro Compaixão. Todos os meses iremos anunciar qual o livro seguinte que irá ser lido para que tenham tempo de decidir e organizar as vossas leituras.

Irei partilhar tudo aqui no blogue e no meu Instagram. Convido-vos, também, a verem o blogue da Elisa e o vídeo da Dora sobre este projecto.

Aceitam o desafio? Deixem o vosso comentário.

Boas leituras.


24
Mai17

Opinião | "As Três Vidas", de João Tordo

Isa Pereira

Título: As Três Vidas
Autor(a): João Tordo
Editora: Quidnovi
N.º de Páginas: 306 páginas
Edição: 2008
Temática/Género: Literatura/Romance

Classificação: 3,5 estrelas



Sinopse:
Que segredos rodeiam a vida de António Augusto Milhouse Pascal, um velho senhor que se esconde do mundo num casarão de província, acompanhado de três netos insolentes, um jardineiro soturno e um rol de clientes tão abastados e influentes como perigosos e loucos? São estes mistérios que o narrador - um rapaz de família modesta - procurará desvendar durante mais de um quarto de século, não podendo adivinhar que o emprego que lhe é oferecido por aquela estranha personagem se irá transformar numa obsessão que acabará por consumir a sua própria vida.
Passando pelo Alentejo, por Lisboa e por Nova Iorque em plenos anos oitenta - época de todas as ganâncias - e cruzando a história sangrenta do século XX com a das suas personagens, As Três Vidas é, simultaneamente, uma viagem de autodescobertas através do «outro» e a história da paixão do narrador por Camila, a neta mais velha de Milhouse Pascal, e do destino secreto que a aguarda; que estará, tal como o do avô, inexoravelmente ligado à sorte de um mundo que ameaça, a qualquer momento, resvalar da corda bamba em que se sustém.



Opinião:
O último (e único) livro que li do João Tordo deixou-me deslumbrada. Não só pela sua capacidade de contar histórias, mas sobretudo pela sua escrita. Quis ler mais. Decidi que este seria o próximo.

Não me conquistou como eu esperava. É certo que a história deixa-nos intrigados. Queremos mais. Considerei que todo o mistério que o autor criou na narrativa, de facto mantém o interesse do leitor. Contudo, achei algumas passagens da história um pouco forçadas e desnecessárias. Também não consegui sentir qualquer empatia com as personagens. 

É indiscutível a qualidade da escrita do autor. Envolvente, cativante. Gostei do rumo que o autor deu à história e às personagens. Os factos reais que incluiu na narrativa deram um "ar mais real" à história. Mas a certa altura a história tornou-se "excessiva". 

No entanto, não deixem de ler. Uma boa história, de um autor português, com bastante mistério.

Boas leituras. 
19
Mai17

Opinião | Livros Infanto-Juvenis | "O Livro com Sono", de Cédric Ramadier, Vincent Bourgeau

Isa Pereira

Título: O Livro Com Sono
Autor(a): Cédric Ramadier, Vincent Bourgeau
Editora: Bizâncio Editores
N.º de Páginas: 20 páginas
Edição: 2017
Temática/Género: Literatura Infanto-Juvenil

Classificação: 5 estrelas


Sinopse:
A hora de dormir pode ser mais fácil se o livro adormecer primeiro ... 
Para crianças a partir dos dois anos de idade, O Livro com Sono pode ser uma ajuda preciosa para pais e educadores na hora de colocar os mais pequenos a dormir e vai, certamente, despertar-lhes a atenção, promovendo a interacção com os seus livros. 



Opinião:
Quem segue o blogue conhece o meu encanto por livros infantis. Fascinam-se a simplicidade das histórias, das ilustrações. 

Este é uma das mais recentes edições da Bizâncio Editores que agora aposta na literatura infanto-juvenil.  

Como o próprio título indica o livro está com sono e o pequeno leitor vai interagindo com o livro à medida que as páginas avançam. Gostei desta interacção linda que estabelecemos. O brilho nos olhos da criança ao perceber a intenção da história é fantástica.

Um livro que poderá ser muito útil na hora de dormir. Uma hora, por vezes difícil e conturbada, que pode ser facilitada com esta pequena história.

Todos os livros infantis que recebo são postos à prova pelo meu especialista. E este não foi excepção. Foi lido e aprovado pelo leitor de palmo e meio cá de casa. Desde aí que não quero outro. 



Nota:
Este livro foi-me disponibilizado pela Bizâncio Editores em troca de uma opinião honesta.

Para mais informações sobre o livro ver aqui.



10
Mai17

Opinião | "Viajante à Luz da Lua", de Antal Szerb

Isa Pereira

Título: Viajante à Luz da Lua
Autor(a): Antal Szerb
Editora: Guerra & Paz Editores
N.º de Páginas: 272 páginas
Edição: 2017
Temática/Género: Literatura/Romance

Classificação: 3,5 estrelas


Sinopse:
Mihály, um homem de negócios de Budapeste, vai passar a lua-de-mel em Itália com a mulher, Erzsi. Os problemas começam na primeira paragem, Veneza, mas é em Ravena que um antigo amigo de Mihály perturba o casal com histórias do passado. Ao perder o comboio para Roma, Mihály foge da mulher e vagueia pelo país, numa viagem de autodescoberta. Dividido entre o desejo e o dever, o que quer e o que os outros esperam de si, a boémia da adolescência e as responsabilidades de adulto, Mihály reencontra os seus fantasmas e questiona o sentido da vida.
Amor e morte cruzam-se neste romance trágico cómico de 1937, uma obra-prima do húngaro Antal Szerb, traduzida em diversos países, e que chega finalmente a Portugal.



Opinião:

Este livro conquistou-me pela capa. Há coisas assim. Que nos chamam, que nos puxam de uma maneira inexplicável. 

O sentimento por este livro é ambíguo. Se por um lado foi um leitura prazeirosa e agradável, por outro não senti empatia com as personagens, que no meu entender, têm personalidades complicadas e difíceis de lidar. Todas à sua maneira têm algo detestável e de adorável.  


Mihály é um homem mal resolvido consigo e com o seu passado. Com pouca auto-estima, tímido, mas por vezes com um ousadia que não se compreende. A sua esposa, Erzsi, é uma mulher frágil, dependente financeira e emocionalmente do seu marido, mas também das pessoas que estão à sua volta. 


Há que compreender que este foi um livro escrito numa época e sociedade diferente. Um livro que me fez pensar no percurso emocional da nossa vida e das suas implicações no futuro. Sermos autênticos, verdadeiros connosco próprios e o amor próprio é uma necessidade que se impera. Pela nossa saúde mental e das pessoas que nos rodeiam. 


Não deixem de ler que tem uma escrita muito bonita e agradável.


Boas leituras.




Nota:
Este livro foi-me disponibilizado pela Editora Guerra & Paz em troca de uma opinião honesta.


Para mais informações sobre o livro ver aqui.



08
Mai17

Opinião | "A Delicadeza", de David Foenkinos

Isa Pereira

Título: A Delizadeza
Autor(a): David Foenkinos
Editora: Editorial Presença
N.º de Páginas: 232 páginas
Edição: 2011
Temática/Género: Literatura/Romance

Classificação: 5 estrelas


Sinopse:
Nathalie e François podiam ser personagens de um conto de fadas. Mas um dia o destino desfere um duro golpe, quando François é atropelado e morre pouco depois. Para Nathalie, a dor é insuportável e parece prolongar-se eternamente. Até que, num momento irrefletido, Nathalie surpreende Markus, um colega de trabalho, com um longo e intenso beijo… 

O que David Foenkinos nos oferece neste romance, que explora o lado mais lúdico da ficção, é uma análise séria, inteligente e bem-humorada do comportamento amoroso, capaz de nos fazer apaixonar pelos dois protagonistas e de nos envolver profundamente no seu drama humano. Combinando o drama e a esperança, A Delicadeza é um romance que nos desperta os sentidos.


Opinião:

Gosto de ser surpreendida. Quando um livro, quando não é assim tão conhecido, te agarra do início ao fim de uma forma avassaladora. Foi o que aconteceu com este livro. Uma excelente surpresa. Mais uma maravilha de leitura patrocinada pela biblioteca da minha zona.

Dói quando perdemos alguém. Dói muito. Custa e difícil. Não há palavras que expliquem essa dor. E todos reagimos de maneira diferente. Há que fazer o luto e ultrapassar a dor. Cada um com o seu tempo, sem pressas. Este livro fala disso de uma forma muito simples, mas bonita.


Apaixonei-me pelos protagonistas desde o início. A escrita é deliciosa. Muito ao "estilo francês". Um livro com muito humor, mas de assuntos sérios e realistas. Um livro pequeno, uma história simples, mas profunda.


Não tenho mais nada a dizer sobre este livro a não ser: leiam!!! 


Boas leituras.
05
Mai17

Opinião | "O Pacto", de Jodi Picoult

Isa Pereira

Título: O Pacto
Autor(a): Jodi Picoult
Editora: Civilização Editora
N.º de Páginas: 440 páginas
Edição: 2009
Temática/Género: Literatura/Romance

Classificação: 3 estrelas


Sinopse:
Há dezoito anos que os Harte e os Gold vivem lado a lado, partilhando tudo, desde comida chinesa e varicela até irem buscar os filhos uns dos outros à vez. Quer os pais quer os filhos são melhores amigos, por isso, não é nenhuma surpresa quando a amizade entre Chris e Emily se transforma em algo mais na altura do liceu. Tornaram-se almas gémeas no momento em que Emily nasceu. Quando ligam do hospital por volta da meia-noite, ninguém está preparado para a verdade terrível: Emily, com apenas dezassete anos, está morta devido a um tiro na cabeça, aparentemente resultado de um pacto suicida. A arma contém uma bala que Chris diz à polícia estar-lhe destinada, mas uma detective local tem dúvidas. Os Harte e os Gold, num único momento aterrador, têm de encarar o pior medo de um pai: será que conhecemos mesmo os nossos filhos?



Opinião:
Não leio muito romances. Não é um género que goste muito. Mas gosto da Jodi Picoult. Gosto da sua escrita, da forma como nos envolve na narrativa, como explora as personagens e dos temas que habitualmente trata nas suas histórias. 

Depois da leitura conjunta do No Seu Mundo, com a Dora e a Elisa, decidimos que teríamos que combinar nova leitura de outro livro da autora. Este foi o escolhido. Desta vez, a Tita e Cristiana juntaram-se para lermos em conjunto. 

Todos os livros que li da Jodi Picoult, até agora, tinham sido excelentes leituras. Contudo, este não correspondeu. Senti-me bastante incomodada na primeira parte do livro. Por todo o ambiente criado pela autora em volta da morte de Emily. Não senti ligação com nenhuma das personagens e com a história. A segunda parte do livro já fluiu com outra leveza.

Contudo, há que destacar a excelente escrita da autora. Apesar de tudo, conseguiu cativar-me pela forma como aborda os assuntos. Natural e despretensiosa. É o que mais gosto nesta autora. O meu problema com este livro foi, sem dúvida, a história. Não me convenceu. 

Certamente, este não será o último. Boas leituras! 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Isaura's bookshelf: currently-reading

A Mulher Secreta
tagged: currently-reading

goodreads.com

Sigam-me

Links

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Rubricas

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    google1ed4a992f74de1ef.html