Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jardim de Mil Histórias

Jardim de Mil Histórias

30
Jan17

Opinião | "A Bibliotecária de Auschwitz", de Antonio G. Iturbe

Isa Pereira

Título: A Bibliotecária de Auschwitz
Autor(a): Antonio G. Iturbe
Editora: Planeta
N.º de Páginas: 384 páginas
Edição: 2013

Classificação:  4 estrelas



Sinopse:
Auschwitz-Birkenau, o campo do horror, infernal, o mais mortífero e implacável. E uma jovem que teima em devolver a esperança. Sobre a lama negra de Auschwitz, que tudo engole, Fredy Hirsch ergueu uma escola. Num lugar onde os livros são proibidos, a jovem Dita esconde debaixo do vestido os frágeis volumes da biblioteca pública mais pequena, recôndita e clandestina que jamais existiu. No meio do horror, Dita dá-nos uma maravilhosa lição de coragem: não se rende e nunca perde a vontade de viver nem de ler porque, mesmo naquele terrível campo de extermínio nazi, «abrir um livro é como entrar para um comboio que nos leva de férias».


Opinião:
A palavra Auschwitz assusta só de ler. Transmite horror, morte, dor, sofrimento. Um livro que retrate histórias passadas naquele local não pode de fácil leitura. Contudo, há histórias mágicas, como esta.

Decidi que este mês de Janeiro irei ler apenas livro sobre este tema. Não, não é fácil. E não, não sei se vou conseguir ler sobre tanto sofrimento um mês inteiro como o fiz no ano passado. Mas histórias como estas agarram-nos e mexem connosco de tal forma que ficamos dias, meses e por vezes anos a pensar nelas. Tornam-se especiais.

É bom ler sobre personagens fortes, carismáticas que enfrentam a vida tal como ela é, sem nunca perderem a inocência e ingenuidade característica da sua idade, como a bibliotecária de Auschwitz. Num local onde o horror impera, onde as atrocidades são indescritíveis há pessoas verdadeiras e puras. Que tentam transmitir, através dos livros e das histórias, alguma alegria e paz nem que seja por breves momentos. Pessoas que não se renderam ao inferno a que estavam destinadas. Ler, entrar no mundo das histórias é uma terapia. Até no local mais cruel e atroz se encontra magia.

É para mim difícil falar de um livro que não gostei, mas é ainda mais difícil falar de um que se tornou num dos que se podem tornar dos melhores de sempre. Uma leitura especial e belíssima que não posso deixar de recomendar.




10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Isaura's bookshelf: currently-reading

A Mulher Secreta
tagged: currently-reading

goodreads.com

Sigam-me

Links

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Rubricas

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    google1ed4a992f74de1ef.html