Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jardim de Mil Histórias

Jardim de Mil Histórias

12
Fev16

Opinião | "A Contadora de Histórias", de Jodi Picoult

Isa Pereira


Nome: A Contadora de Histórias
Autor(a): Jodi Picoult
Editora: Bertrand
Edição: 2015
N.º Páginas: 528 páginas




Sinopse:

Sage Singer é padeira de profissão. Trabalha de noite, a preparar o pão e os bolos para o dia seguinte, tentando fugir a uma realidade de solidão, a más memórias e à sombra da morte da mãe. Quando Josef Weber, um velhote que faz parte do grupo de apoio de Sage, começa a passar pela padaria, os dois forjam uma amizade improvável. Apesar das diferenças, veem um no outro as cicatrizes que mais ninguém consegue ver.

Tudo muda no dia em que Josef confessa um segredo vergonhoso há muito escondido e pede a Sage um favor extraordinário. Se ela disser que sim, irá enfrentar não só as repercussões morais do seu ato, como também potenciais repercussões legais. Agora que a integridade do amigo mais chegado que alguma vez teve está envolta numa névoa, Sage começa a questionar os seus pressupostos e as expectativas em torno da sua vida e da sua família. 



Opinião:
Jodi Picoult é, no momento, das minhas escritoras preferidas. Não só pelo tipo de histórias que aborda nos livros, mas também a forma como as conta e constrói. 

Descobri muito recentemente que este livro abordava o tema do Holocausto e decidi que seria uma das leituras para o projecto "Leituras do Holocausto" em Janeiro. Decidi ler este livro em último lugar pensando que seria o mais suave. Não foi bem assim.

É uma história sobre o amor, a amizade, mas sobretudo sobre o perdão. Até onde vai a nossa capacidade de perdoar. Todos temos o nosso passado. Todos temos um lado bom e um lado mau. A questão é qual dos lados alimentamos mais.

O que mais gosto nesta autora é que consegue criar um romance sem ser lamechas. Romantismo q.b. mas que ao mesmo tempo nos faz sonhar.

Esta história tem diálogos bons, pensamentos fantásticos e relatos impressionantes do Holocausto. Gostei da forma como a autora nos permite ver a perspectiva e a história de vida de cada personagem, narrada pela própria. Gosto cada vez mais deste tipo de estrutura, muito habitual nos livros da Jodi Picoult.


Classificação:
5/5 - Adorei


Nota: Esta leitura está incluída no Desafio Literário "Leituras do Holocausto"



12 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Isaura's bookshelf: currently-reading

A Mulher Secreta
tagged: currently-reading

goodreads.com

Sigam-me

Links

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Rubricas

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    google1ed4a992f74de1ef.html