Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jardim de Mil Histórias

Jardim de Mil Histórias

06
Jul17

Opinião | "Mãe, não desistas de viver", de Tânia Laranjo

Isa Pereira

Título: Mãe, não desistas de viver
Autor(a): Tânia Laranjo
Editora: Chá das Cinco (Chancela Saída de Emergência)
Temática/Género: Não-Ficção / Testemunho
N.º de Páginas: 208 páginas
Edição: 2017

Classificação: 4 estrelas


Sinopse:
Esta é a história verídica de Ana. Uma menina de sete anos morta por um pai para se vingar da mulher que o abandonou. É também a história de Carolina, a mãe, e da sua viagem ao inferno. E de João, esse pai que ninguém conhecia verdadeiramente, e que foi capaz de matar quem amava. Esta história é a junção de muitas histórias reais. Todos os anos há crianças que são assassinadas em contextos de divórcios litigiosos. Pais ou mães que matam os filhos por vingança, para provarem que ganharam. Para castigarem quem só queria ter outra vida. 

Depois de vários anos de jornalismo e a fazer reportagens de violência doméstica, Tânia Laranjo continua sem respostas perante a morte de crianças. E, com esta obra poderosa e muito pessoal, leva-nos a questionar como é possível o amor andar de mãos dadas com a mais pura das maldades.


Opinião:
Há leituras que nos marcam. Esta foi uma delas. Este é mais um livro de não-ficção que aborda um tema duro, difícil...a violência doméstica. E enquanto estou a pensar sobre o quanto este livro me marcou há crianças que são assassinadas pelos progenitores por esse mundo fora, há homens e mulheres a sofrerem em silêncio ou a serem mortos pelos cônjuges. 

Infelizmente é uma realidade cada vez mais presente na nossa sociedade. Não há palavras descrever certas e determinadas acções. E quando falamos de pais que assassinam os próprios filhos...muito menos. 

A autora é jornalista e conta-nos a história de Ana, uma criança de 8 anos, que é assassinada pelo pai, apenas para se vingar da mãe. Não aceitou o divórcio. Apenas isso. Acompanhamos a sua história, como tudo se passou. Uma história macabra que de simples não tem nada. É assustador pensar que quem é destinado a amar faça uma coisa destas e que sinta o que este homem sentiu.

Um livro duro de ler, não só como mãe, mas como ser humano.

Boas leituras.


Nota:
Este livro foi-me disponibilizado pela Editora Saída de Emergência em troca de uma opinião honesta.

Para mais informações sobre o livro ver aqui.





Esta foi uma leitura para o Desafio Literário Book Bingo "Leituras ao Sol", na categoria "Livro do teu género preferido".



6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Isaura's bookshelf: currently-reading

A Mulher Secreta
tagged: currently-reading

goodreads.com

Sigam-me

Links

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Rubricas

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    google1ed4a992f74de1ef.html