Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jardim de Mil Histórias

Jardim de Mil Histórias

12
Jan16

Opinião | "Perguntem a Sarah Gross", de João Pinto Coelho

Isa Pereira

Nome: Perguntem a Sarah Gross
Autor(a): João Pinto Coelho
Editora: D. Quixote
N.º Páginas: 443 páginas
Ano de Edição: 2015





Sinopse: Em 1968, Kimberly Parker, uma jovem professora de Literatura, atravessa os Estados Unidos para ir ensinar no colégio mais elitista da Nova Inglaterra, dirigido por uma mulher carismática e misteriosa chamada Sarah Gross. Foge de um segredo terrível e procura em St. Oswald’s a paz possível com a companhia da exuberante Miranda, o encanto e a sensibilidade de Clement e sobretudo a cumplicidade de Sarah. Mas a verdade persegue Kimberly até ali e, no dia em que toma a decisão que a poderia salvar, uma tragédia abala inesperadamente a instituição centenária, abrindo as portas a um passado avassalador.


Nos corredores da universidade ou no apertado gueto de Cracóvia; à sombra dos choupos de Birkenau ou pelas ruas de Auschwitz quando ainda era uma cidade feliz, Kimberly mergulha numa história brutal de dor e sobrevivência para a qual ninguém a preparou.



Rigoroso, imaginativo e profundamente cinematográfico, com diálogos magistrais e personagens inesquecíveis, Perguntem a Sarah Gross é um romance trepidante que nos dá a conhecer a cidade que se tornou o mais famoso campo de extermínio da História. A obra foi finalista do prémio LeYa em 2014.



Opinião:

Decidi que tinha de ler este livro quando ouvi o autor a falar dele num encontro sobre Resiliência Familiar. É certo que neste encontro ouvi mais do que queria, pois quando leio gosto de ser surpreendida. Mas gostei tanto da forma como o autor falou da sua obra, da sua experiência enquanto investigava para escrever este livro que não tive dúvidas que seria uma leitura que faria muito em breve. 

Desta forma, iniciei o projecto "Leituras do Holocausto" com a leitura deste livro, com a esperança fosse um bom começo de projecto. E não desiludiu. 

É certo que já tinha algumas informações na minha cabeça relativamente à história, contudo fui totalmente surpreendida em muitos momentos desta leitura. Personagens marcantes, que nos surpreendem ao longo da narrativa. Uma escrita sublime e real, sem grandes floreados artísticos que nos transporta para outro mundo. 

A dureza da história é arrepiante. Uma história passada na altura do Holocausto nunca pode ser "bonita e perfeita". Mas é uma história que nos agarra precisamente por ser real e, principalmente, muito bem contada.

Um romance brilhante, na minha opinião, em que aprendemos muito e nos emocionamos ainda mais.

Recomendo.


Nota: Esta leitura está incluída no Desafio Literário "Leituras do Holocausto"




Classificação:
5/5 - Adorei

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Isaura's bookshelf: currently-reading

A Mulher Secreta
tagged: currently-reading

goodreads.com

Sigam-me

Links

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Rubricas

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    google1ed4a992f74de1ef.html