Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jardim de Mil Histórias

Jardim de Mil Histórias

16
Jan18

Opinião | "As Falsas Memórias de Manoel Luz", de Marlene Ferraz

Isa Pereira




Este é um livro sobre flores e livros. A capa não engana. Capa essa que está muito bem conseguida. Uma edição bonita, cuidada. Nós, amantes de livros e da leitura gostamos de livros bonitos. E isso é algo que esta editora já nos vai habituando. 

Marlene Ferraz tem um estilo de escrita muito peculiar. Ao longo da narrativa acompanhamos a vida de Manoel Luz, filho de um floreiro, depressa vê a sua vida rodeado de livros. Um livro que prometia tanto pela sua edição, como pela história.

Não somos feitos para todos os livros e nem todos os livros são feitos para nós. Algo na história não me cativou quanto gostaria. Estou certa que será um livro que agradará a muitos. Com uma escrita quase poética.  

No entanto, não deixem de ler este livro. Uma história de livros e flores não se pode, nem deve, recusar.

Boas leituras.


Nota:
Este livro foi-me disponibilizado pela Editora Minotauro em troca de uma opinião honesta.
Para mais informações sobre o livro clique aqui.  



08
Dez17

Opinião | "O Fim da Inocência", Vol. I, de Francisco Salgueiro

Isa Pereira

Título: O Fim da Inocência I
Autor(a): Francisco Salgueiro
Editora: Oficina do Livro
Temática/Género: Literatura/Romance
N.º de Páginas: 235 páginas
Edição: 2010

Classificação: 5 estrelas



Sinopse:
Aos olhos do mundo, Inês é a menina perfeita. Frequenta um dos melhores colégios nos arredores de Lisboa e relaciona-se com filhos de embaixadores e presidentes de grandes empresas. Por detrás das aparências, a realidade é outra, e bem distinta. Inês e os seus amigos são consumidores regulares de drogas, participam em arriscados jogos sexuais e utilizam desregradamente a internet, transformando as suas vidas numa espiral marcada pelo descontrolo físico e emocional.
Francisco Salgueiro dá voz à história real e chocante de uma adolescente portuguesa, contada na primeira pessoa. Um aviso para os pais estarem mais atentos ao que se passa nas suas casas.



Opinião:
Este livro é um dos bons exemplos de livros/autores que conheci através dos blogues. Confesso que antes disso nunca tinha ouvido falar em ambos. Numa das minhas idas à biblioteca estava na banca dos destaques. Não hesitei e veio comigo.

É um livro crú sobre a vida de uma adolescente, a Inês. Proveniente de uma família financeiramente estável entrega-se ao álcool, drogas e sexo, sem qualquer limites. Para estes jovens não há limites. Para nada! Acreditem. Os pais da Inês viajam muito. Logo, ela procura neste seu comportamento algum conforto e atenção. E o que ganha não é bem isso.

Não queria acreditar que estes eram testemunhos que a jovem contou ao autor. Não queria acreditar que estes eram os jovens de hoje. Que se entregavam ao fútil, ao volátil, ao destino. Sem qualquer respeito pelos outros e, principalmente, por eles próprios. Assusta-me enquanto mãe saber que são estes muitos dos valores que jovens de hoje se regram.

Claro que vou pensar que nem todos agem desta forma. Que há valores que quero acreditar que certos pais transmitem aos filhos. Vamos ter esperança, numa juventude diferente, numa sociedade melhor.

E vocês já leram este livro? O que acharam? Partilhem tudo.

Boas leituras.

06
Dez17

Opinião | "O Último dos Nossos", de Adéläide de Clermont-Tonnerre

Isa Pereira

Título: O  Último dos Nossos
Autor(a): Adéläide de Clermont-Tonnerre
Editora: Clube do Autor
Edição ou Reimpressão: 2017
Temática/Género: Literatura/Romance
N.º de Páginas: 410 páginas




Sinopse:
Dresden, 1945: sob um dilúvio de bombas, uma mãe agoniza para dar à luz o seu filho. Manhattan, 1969: um homem encontra a mulher da sua vida no coração da Big Apple.

Do inferno da Europa, em 1945, à Nova Iorque hippie. Neste romance premiado com o Grande Prémio do romance da Academia Francesa, Adelaide de Clermont-Tonnerre conta a história dos anos loucos vividos na pele por dois genuínos filhos do século XX: Werner Zilch, nascido na Alemanha no estertor da Segunda Guerra Mundial, e Rebecca Lynch, herdeira de um homem de negócios e de uma mulher que logrou escapar com vida ao campo de concentração de Auschwitz. Uma paixão louca e proibida num cenário histórico repleto de reviravoltas e marcado pelo suspense.

Werner Zilch é um jovem carismático e empreendedor. Adotado desde tenra idade, vê-se confrontado com a descoberta das suas origens, tudo menos gloriosas. Aos olhos dos outros, pode ser considerado responsável pelos erros cometidos pelos seus antepassados? Como aceitar que o seu progenitor estivesse ligado ao nazismo?

A par das personagens, surgem nomes que os leitores por certo reconhecerão, todos eles figuras marcantes do seu tempo. A saber: Andy Warhol, Truman Capote, tom Wolfe, Joan Baez, Patti Smith, Bob Dylan...

Uma complexa história de amor que é, ao mesmo tempo, um capítulo ficcionado da nossa História. O leitor não conseguirá pousar o livro enquanto não descobrir quem é, na verdade, «o último dos nossos». No fim, fica a pergunta: estaremos condenados a responder pelos crimes e pelo sofrimento dos nossos pais e avós?



Opinião:
Quem me segue sabe que um dos temas que mais gosto de ler é o Holocausto. E também gosto de histórias de amor. Sou uma romântica. Ora, um livro que conjugue tudo isto só pode ser uma boa leitura.

Uma história que vai alternando entre a Segunda Guerra Mundial em Dresden, na Alemanha e os Estados Unidos da América nos anos 60/70. Gosto deste género de narrativa, em que vamos conhecendo as diferentes perspectivas temporais. Permite-nos visualizar as acções na nossa cabeça e não se torna uma leitura confusa. 

Adorei a escrita. Muito cinematográfica, muito real. Sentimos que somos transportados para a época temporal descrita. A autora foi capaz de criar personagens interessantes e com uma grande profundidade psicológica. Embora nem sempre simpatizasse com Werner e Rebecca.

No entanto, não te trata de um livro cliché, onde vamos quase adivinhando o que se vai passar. Somos bastantes vezes surpreendidos pela autora com reviravoltas ao longo da história. 

Não posso deixar de referir o aspecto gráfico do livro. Bonito e cuidado. Felizmente que as editoras têm feito um esforço nesse sentido. Algo que a Clube do Autor tem feito bastante e está de parabéns por isso. Os leitores agradecem.  

Uma história que nos aquece a alma. Perfeita para se ler à lareira nesta altura do ano. 

Nota:
Este livro foi-me disponibilizado pela Editora Clube do Autor em troca de uma opinião honesta.
Para mais informações sobre o livro clique aqui.  




15
Nov17

Opinião - Livros Infantis | "O Grande Livro dos Insetos", de Yuval Zommer

Isa Pereira

Título: O Grande Livro dos Insetos
Autor(a): Yuval Zommer
Editora: Editorial Bizâncio
Temática/Género: Infantis e Juvenis (dos 6 anos 10 anos)
Edição: 2017

Classificação: 5 estrelas


Sinopse:
Os insetos têm medo do escuro?
Porque marcham as formigas em fila?
Um caracol anda muito devagar, mas é assim tão lento?

Encontra aqui as respostas para estas e tantas outras perguntas sobre insetos e outros bichinhos e diverte-te também a descobri-los nas imagens. Serás capaz de os localizar a todos?
Vais conhecer insetos de todo o mundo, a voar, a picar, a contorcer-se, e ficar a saber o modo como se alimentam, caçam e reproduzem.



Opinião:
Esta é a mais recente novidade da Editorial Bizâncio para crianças. Um livro maravilhoso!!! Para além de lindíssimo é muito interessante para crianças a parir dos 6 anos. Sim, é um livro sobre insetos. Formigas, abelhas, caracóis, minhocas...entre muitos outros. Parece básico, mas não é. Enquanto adultos pensamos que sabemos tudo, mas não sabemos. Aprendemos com as nossas crianças. 

Foi muito bom ler este livro. Muito bom voltar a relembrar algumas coisas sobre estes animais e aprender outras. Com ilustrações maravilhosas que complementam de uma forma sublime o texto. Muito apelativo para os leitores mais novos.

Recomendo.


Nota:

Este livro foi-me disponibilizado pela Editorial Bizâncio em troca de uma opinião honesta.
Para mais informações sobre o livro clique aqui.




27
Out17

Opinião - Livros Infantis | "Viajar pelo Mundo 1 - Cidades Fascinantes"

Isa Pereira


Título: Viajar Pelo Mundo 1 - Cidades Fascinantes
Editora: Booksmile
Temática/Género: Infantis e Juvenis (dos 6 anos 10 anos)
N.º de Páginas: 40 páginas
Edição: 2017



Opinião:
Quem me conhece sabe que adoro viajar. Para além dos livros as viagens são o meu vício. Gosto de conhecer novos locais, novos costumes, novas culturas, novas comidas...é simplesmente fantástico. E desde sempre que tento passar esse sentimento para o meu filho. Quero dar-lhe a conhecer novas culturas, novos modos de vida, de pensar e a novas línguas. Todos diferentes, mas todos iguais.

Este é o primeiro volume, dedicado a 40 Cidades Fascinantes. Madrid, Barcelona, Reiquiavique, Cidade do Cabo, Estocolmo, Daca, Praga, Angkor, Luxor, Londres, Berlim, Rio de Janeiro, Istambul, Lisboa....entre muitas outras. Achei interessante o facto de terem dividido as cidades por categorias, como "Jóia Urbanas | As cidades mais bonitas do mundo", "Gigantes Urbanos | Cidades que alcançam os céus", "Ver de Perto | Transportes da cidade", "Cidades Milenares | Cidades antigas", e "Cidades Únicas".  

Um pequeno (grande) guia de viagens para crianças, em que vão aprendendo e despertando o gosto e vontade de conhecer novos locais. Um livro que gostei bastante e que vou ler com o meu filho. Vamos lendo o livro a cada viagem que fizermos. Apenas conheço 8 (para já) das cidades mencionadas e achei que destacaram pormenores muito interessantes de cada cidade.

Uma edição muito bonita, cuidada e educativa da Booksmile. Recomendo a todos.

No vídeo do canal podem ver com mais pormenor todo o livro.

Boas leituras.


Nota:
Este livro foi-me disponibilizado pela Editora Booksmile em troca de uma opinião honesta.
Para mais informações sobre o livro clique aqui.




26
Out17

Opinião | "Rugas", de Pablo Roca

Isa Pereira

Título: Rugas
Autor(a): Pablo Roca
Editora: Bertrand Editora
Temática/Género: Graphic Novel 
N.º de Páginas: 160 páginas
Edição: 2013

Classificação: 5 estrelas


Sinopse:
Emílio, um bancário reformado, sofre da doença de Alzheimer e é internado num lar de terceira idade. Rodeado de vários outros idosos, cada um com um quadro «clínico» distinto e com uma personalidade bem vincada, vai aprendendo as diversas estratégias para combater o tédio e a erosão da rotina. Ao mesmo tempo, Emílio e os seus companheiros vão tentando introduzir, num quotidiano marcado por medicamentos, refeições, «terapias ocupacionais» e sestas de duração indefinida, alguns vislumbres de encanto e alegria de viver.


Opinião:
O blogue deu-me a conhecer novos autores, novos géneros de leitura. E este foi um deles. Até então desconhecia as graphic novels e, confesso, que até fui um pouco conservadora nesse aspecto. Mas arrisquei. Estou cada vez mais a gostar de ler Gaphic Novels. Já li algumas e têm sido leituras muito agradáveis.

Já tinha visto este livro pelo Goodreads e fiquei curiosa pela temática abordada: o envelhecimento. Até que o descobri na biblioteca da minha zona e veio comigo. Tinha mesmo que o ler. Já me tinham recomendado várias vezes este livro e soube logo que acertei nesta escolha. 

E acertei mesmo. É um livro fantástico, com uma história maravilhosa. É certo que ainda só li 4 graphic novels, mas este é de longe o melhor que já li. Aborda o envelhecimento, a solidão, e amizade e o amor no seu estado mais puro.

Emílio tem a doença de Alzheimer e é internado num lar de terceira idade. Contudo, Emílio não se revê muito naquilo que encontra. Idosos envoltos em solidão e acções mecânicas (comer, dormir), ambiente sombrio. Contudo, Emílio conhece algumas pessoas que o ajudam a ultrapassar a monotonia.

É fantástico como vemos a amizade entre personagens crescer e evoluir de uma forma bonita. Miguel, o companheiro que é um pouco aproveitador e oportunista. Um casal em que o marido tem Alzeimer e a sua esposa lhe conta uma história da altura de namoro apenas para o fazer sorrir. Uma senhora que não ia sozinha a lado nenhum pois tinha medo de ser raptada por marcianos, entre muitas outras.   

Não há mais palavras. Há que ler e reler.

Recomendo. 
24
Out17

Opinião | "Quero-te Morta", de Peter James

Isa Pereira

Título: Quero-te Morta (Roy Grace # 10)
Autor(a): Peter James
Editora: Clube do Autor
Temática/Género: Thriller/Suspense
N.º de Páginas: 474 páginas
Edição: 2016

Classificação: 5 estrelas



Sinopse:
Quando uma mulher conhece o atraente e charmoso Bryce Laurent através de um site de encontros, a atração é imediata. Contudo, à medida que a ligação entre eles se torna mais intensa, a verdade sobre o passado de Bryce, e o seu lado mais negro, começam a emergir. Tudo o que contou sobre a sua vida revela-se uma teia de mentiras e, aos poucos, a paixão de Red Westwood converte-se em terror.

Opinião:
Receber este livro foi uma surpresa. Não esperava por ele. Mas a Clube do Autor teve a amabilidade de me enviar para review. Conhecia o livro, pois fiquei curiosa quando saiu. Um thriller, com uma história viciante. Foi isso que percebi.

E foi uma excelente leitura. Gostei desta história, do início ao fim. Foi uma leitura conjunta com a Dora e a Vanessa e nem conseguíamos parar. É um livro grande, mas com capítulos curtos, que nos intrigam para passarmos ao próximo, sem querer parar de ler.

Percebemos logo no início que este livro fazia parte de uma série (Roy Grace). Contudo, nada disso dificultou o processo de leitura. Roy Grace é um dos detectives do livro, ou seja, há aspectos da sua vida que não foram mencionados neste livro. No entanto, o foco principal da história não era ele, mas a Red, vítima de perseguição por parte do deu ex-namorado.

Um livro muito bem escrito, com uma excelente narrativa, capaz de nos prender do início ao fim. Não deixem de ler apenas porque se trata de uma série, pois percebe-se praticamente tudo da história.  Muito pelo contrário. Fiquei muito curiosa relativamente à história de Roy Grace e vou ler outros livros do autor.

Recomendo.

Nota:
Este livro foi-me disponibilizado pela Editora Clube do Autor em troca de uma opinião honesta.
Para mais informações sobre o livro clique aqui.  


19
Out17

Opinião | "O Poder das Pequenas Coisas", de Jodi Picoult

Isa Pereira
Título: O Poder das Pequenas Coisas
Autor(a): Jodi Picoult
Editora: Bertrand Editora
Temática/Género: Literatura/Romance
N.º de Páginas: 512 páginas
Edição: 2016

Classificação: 4,5 estrelas




Sinopse:
Ruth Jefferson é uma enfermeira obstetra com mais de vinte anos de experiência. Um dia, durante o seu turno, começa uma avaliação de rotina a um recém-nascido. Minutos depois é informada de que lhe foi atribuído outro paciente. 

Os pais do bebé são supremacistas brancos e não querem que Ruth, afro-americana, toque no seu filho. O hospital acede a esta exigência, mas no dia seguinte o bebé enfrenta complicações cardíacas. 

Ruth está sozinha na enfermaria. Deve ela cumprir as ordens que lhe foram dadas ou intervir? O que se segue altera a vida de todos os intervenientes e põe em causa a imagem que têm uns dos outros. 

Com uma empatia, inteligência e simplicidade notáveis, Jodi Picoult aborda temas como a raça, o privilégio, o preconceito, a injustiça e a compaixão num livro magistral sem respostas fáceis.



Opinião:
Novo mês, novo livro para o projecto "Um ano com a Jodi". Desta vez lemos o Poder das Pequenas Coisas

Jodi picoult é conhecida por abordar nos seus livros temas delicados e polémicos. Este não é excepção. Um livro que aborda o racismo puro e duro, nas suas mais variadas vertentes. Mais uma vez uma escrita muito acessível, com uma boa narrativa e com um bom ritmo.

Gosto das histórias desta autora pois procura ser sempre o mais verdadeira possível. Há uma investigação constante sobre a temática que aborda. Gosto disso. Muito.

Contudo, senti em algumas partes um desenvolvimento mais lento. Mas não deixem de ler. Vale mesmo a pena.

Boas leituras.
11
Out17

Opinião | "Os Falsários", de Bradford Morrow

Isa Pereira

Título: Os Falsários
Autor(a): Bradford Morrow
Editora: Clube do Autor
Temática/Género: Literatura/Romance
N.º de Páginas: 264 páginas
Edição: 2017

Classificação: 4 estrelas



Sinopse:
Na tradição dos policiais de Agatha Christie e Arthur Conan Doyle, um romance misterioso e profundo sobre o fascínio do colecionismo e o lado sombrio do comércio de livros raros.

O que acontece quando mentimos tão bem que perdemos a noção do que é real? Numa prosa magnificamente cuidada, Bradford Morrow traça uma linha débil entre o devaneio e a intuição, a memória e a ficção autoilusória, entre o amor verdadeiro e o falso.

Uma comunidade bibliófila é abalada com a notícia de que Adam, um colecionador de livros raros, foi atacado e as suas mãos decepadas. Sem suspeitos, a polícia não consegue avançar no caso, e a irmã procura desesperadamente uma pista.

Ao longo das páginas repletas de mistério e simbologias, escritores famosos e citações brilhantes, Will, cunhado e colega de profissão de Adam Diehl, tenta obter uma resposta e, ao mesmo tempo, escapar às ameaças do misterioso «Henry James». Consciente do simbolismo do caso, ele sabe que um homem sem mãos se vê privado do instrumento mais precioso quando se trata de imitar a caligrafia de William Faulkner, James Joyce, Conan Doyle e outros que tais. Na verdade, Will, ele próprio genial falsário, talvez saiba demais.



Opinião:
O início deste livro não podia ser melhor. Intrigante e cheio de suspense. Um corpo é encontrado sem as mãos. O autor prende-nos logo a atenção.

Esta história é narrada por Will, que é falsificador de obras literárias. Will é casado com Meghan, irmã da vítima (que por sua vez era colega de Will, falsificador de livros). O casal, numa tentativa de esquecer o passado, muda-se para a Escócia. 

Ao contrário que pensamos esta história não segue o percurso esperado. No entanto, é uma boa história no que se refere aos meandros do mundo de falsificações de livros. É notório o conhecimento do autor pelo tema e a investigação que fez para escrever esta história. Gosto quando os autores investem na pesquisa e conhecimento aprofundado dos temas abordados. Sentimos autenticidade

Um livro com um bom ritmo e uma escrita acessível.

Recomendo a todos os amantes de livros.   



Nota:
Este livro foi-me disponibilizado pela Editora Clube do Autor em troca de uma opinião honesta. 


26
Set17

Opinião | Baby Blues 25 - "My Space", de Rick Kirkman & Jerry Scott

Isa Pereira

Título: My Space
Autor(a): Rick Kirkman e Jerry Scott
Editora: Editorial Bizâncio
Temática/Género: Banda Desenhada
N.º de Páginas: 132 páginas
Edição: 2009



Sinopse:
My Space grita e esperneia de coisas boas! Os McPherson explicam-nos por que razão educar um filho é um encanto, educar dois é difícil, mas aguenta-se, educar três é um acto digno de canonização. Apesar de tudo, os ensonados Darryl e Wanda são uns pais cheios de estilo e sabedoria. Volte a divertir-se com o 25.º volume da colecção Baby Blues!


Opinião:
Depois de ler Isto vai ser pior do que pensávavamos+ Molhados, + Barulhentos +, Pegajosos tinha que continuar com esta saga familiar.

Quem me conhece sabe a minha paixão por esta BD. Não sou muito de ler BD's ou Graphic Novels, mas esta BD conquistou-me. É certo que não os leio todos seguidos. Vou saltando de livro a livro. Não me importo. Não há spoilers. Não é esse o propósito. 


Nestas páginas são, novamente, retradas o dia-a-dia desta família, que agora conta com 5 membros na família. A vida com 3 filhos, um deles bebé, a relação entre casal, a relação entre irmãos, entre muitas outras coisas. Quem é pai/ mãe rapidamente se identifica com o que casal passa, os seus pensamentos.

Uma série com muito humor que recomendo. São leituras que me ajudam a descontrair e  são excelentes para intercalar com livros mais pesados.

Recomendo. Boas leituras.


Nota:
Esta foi uma leitura para o Desafio Literário Book Bingo "Leituras ao Sol", na categoria "BD / Graphic Novel / Mangá".



Mais sobre mim

foto do autor

Isaura's bookshelf: currently-reading

A Mulher Secreta
tagged: currently-reading

goodreads.com

Sigam-me

Links

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Rubricas

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    google1ed4a992f74de1ef.html